Fuerzas de Elite

Portal dedicado a las Unidades Especiales de la Policia y el Ejercito, sus tácticas, sus armas, su equipamiento...
Creditos
Fecha actual 07 Abr 2020 17:56
Tienda de Material Táctico

Todos los horarios son UTC + 1 hora




Nuevo tema Responder al tema  [ 89 mensajes ]  Ir a página Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 10  Siguiente
Autor Mensaje
 Asunto:
NotaPublicado: 26 May 2007 13:03 
Desconectado
Subinspector
Subinspector

Registrado: 23 May 2007 16:13
Mensajes: 419
Citar:
Emboscada
Comando ferido na cara


Uma patrulha dos Comandos do Exército, a participar numa das maiores ofensivas contra os taliban a Oeste de Kandahar, Sul do Afeganistão – que ainda ontem custou a vida de um soldado canadiano – foi ontem (às 05h00 de Lisboa) emboscada por um grupo de insurgentes com metralhadoras Kalashnikov e lança-rockets RPG-7.

O rebentamento de uma granada lançada por esta última arma feriu o primeiro-sargento ‘comando’ Carlos Alberto da Silva Barry.

O militar, de 35 anos, foi atingido por estilhaços na cara. Entre outros ferimentos partiu dois dentes. Foi evacuado de helicóptero para o hospital da NATO em Kandahar e vai ser operado. Está livre de perigo e já falou com a família, principalmente para sossegar o filho pequeno.

A 2.ª Companhia de Comandos (num total de 140 militares, com o apoio de uma dezena de elementos da Força Aérea) realizava uma das suas primeiras patrulhas de combate após ter sido destacada para a zona de Kandahar, onde deverá permanecer durante mais quatro a seis semanas. Participa activamente na ‘Operação Hoover’, lançada ontem pelas tropas canadianas – com o apoio do Exército afegão, dos Comandos portugueses e da Força Aérea britânica – para contrariar um aumento dos ataques taliban na região.

Na mesma operação morreu ontem um soldado canadiano e outro ficou ferido, a pouca distância do local onde os portugueses foram emboscados. Foram alvo de um engenho explosivo detonado à distância.

Na altura da emboscada, elementos da patrulha portuguesa estavam apeados das viaturas blindadas. O sargento Barry sub-comandava um grupo de Comandos quando inesperadamente foram atacados com violência. Seguiu-se um tiroteio, rapidamente repelido pela “excelente preparação e reacção” dos militares portugueses, disse ao CM fonte militar.

O sargento Carlos Barry foi atingido por estilhaços. Os ferimentos na face são “ligeiros”. “Vai ser submetido a uma pequena cirurgia e está posta de parte a hipótese de ser evacuado para Portugal. A sua intenção, e não há nada que o impeça, é continuar com os camaradas”, adiantou a fonte.

O ministro da Defesa, Nuno Severiano Teixeira, desdramatizou o incidente mas admitiu ser “um sinal de risco” da missão. “Felizmente foi um incidente que não teve gravidade”, afirmou.

“Todos temos de estar preparados e atentos porque os riscos existem”, alertou o ministro, admitindo que em Kandahar “o risco existe”. Garantiu que as Forças Armadas estão preparadas. Severiano Teixeira afiançou que a missão no Afeganistão “não se alterou” relativamente ao previsto.

Em Novembro de 2005 um sargento português (João Paulo Roma Pereira) morreu e o cabo Horácio Mourão ficou gravemente ferido na explosão de uma bomba nos arredores de Cabul, durante uma patrulha. Em Abril de 2006 dois outros comandos ficaram ligeiramente feridos devido a uma avaria na arma durante um treino de tiro.

ARMA SOVIÉTICA DOS MUJAHEDINS

O lança granadas-foguete RPG-7 foi desenvolvido pelos soviéticos em 1961, mas continua a ser muito utilizado por se tratar de uma arma poderosa, versátil, barata e de fácil transporte (pesa apenas 7 kg e mede 95 cm). É uma arma excelente para um combatente emboscado e consegue provocar danos até em carros de combate com blindagem.

PERCURSO FEITO COM SARGENTO ROMA PEREIRA

O percurso do primeiro-sargento Carlos Barry fez-se lado a lado – desde que fizeram parelha em algumas provas do 99.º curso de Comandos (de 1996, em Lamego) – com o primeiro-sargento Roma Pereira, morto por uma bomba em Cabul, em 2005. Ambos estiveram na reactivação dos Comandos, em 1993, cumpriram missões da UNMISET, em Timor, onde foram medalhados, e seguiram em Agosto de 2005 para a primeira missão no Afeganistão, onde Barry viu morrer o colega. Carlos Barry, nascido em Moçambique e residente na zona de Corroios, separado e com um filho, regressou a Cabul em Fevereiro. É descrito como um “excelente militar”, a que junta “carácter e boa disposição”. Tem, entre outras, a medalha de Mérito Militar.

MILITARES REGRESSAM DO LÍBANO

Os 141 militares da Unidade de Engenharia 1 aquartelados em Shama, no Líbano, desde Dezembro de 2006, regressaram ontem a Lisboa após terem sido rendidos por um novo contingente que deixou a capital portuguesa de manhã.

Ao final de seis meses de serviço naquele país, o comandante da força, tenente-coronel Firme Gaspar, fez um balanço dizendo que a unidade cumpriu “com prestígio” a missão de reconstrução daquela região, bombardeada no Verão passado.

“A Unidade de Engenharia 1 sai do Líbano com um prestígio muito grande, quer junto das populações civis quer junto dos outros contingentes da UNIFIL (a força da ONU)”, disse aquele oficial.

“Fizemos muitos trabalhos. Nu-ma primeira fase dedicámo-nos sobretudo a trabalhos relacionados com a projecção de todas as forças [15 mil militares] no terreno. Nos dois terços restantes dividimos essa tarefa com trabalhos de apoio à população civil”, explicou o comandante.

Entre os portugueses não se registaram quaisquer acidentes – nem pessoais, nem de viação, nem com explosivos.

Os militares portugueses que estiveram desde Dezembro no Líbano fizeram mais de 5792 horas de trabalhos. Montaram o aquartelamento em Shama, quartéis e oficinas em vários locais, construíram um heliporto, uma escola e um cemitério, fizeram obras de melhoramentos em várias estradas.

A missão dos soldados portugueses é de apoio às unidades da UNIFIL e decorre da resolução das Nações Unidas que reforçou a presença da força da ONU para garantir uma zona tampão no Sul do Líbano, entre o Hezbollah e as Forças Armadas israelitas.

NÚMEROS DA MISSÃO

- 144 mil litros de combustível foram gastos em perto de duas mil operações realizadas.

- 4 milhões de litros de água foram consumidos. Vinte e três mil foram para os soldados beber.

- 22 215 refeições quentes foram servidas aos militares portugueses, que comeram também 3015 refeições frias.

BASTIÃO DA GUERRILHA TALIBÃ

A província de Kandahar, no Sul do Afeganistão, é uma das zonas mais violentas do país, cenário de atentados quase diários e recontros armados entre a guerrilha taliban e as forças da ISAF. A cidade de Kandahar, capital da província com o mesmo nome, é a segunda maior cidade afegã a seguir a Cabul. A província tem uma área total de 47 mil quilómetros quadrados, equivalente a mais de metade do território de Portugal. Até à ofensiva militar norte-americana, no final de 2001, a região de Kandahar era o principal bastião do regime taliban, que ali nasceu em 1996. Nos últimos meses esta zona tem sido palco de um crescente número de ataques por parte da guerrilha, principalmente nos distritos de Panjawi e Zhari, a cerca de 35 quilómetros da capital provincial.

NOTAS

SEGUNDA MISSÃO EM KANDAHAR

Esta é a segunda vez que os portugueses estão destacados para Kandahar, após os Pára-quedistas terem feito segurança à principal base da NATO

150 TROPAS NO TERRENO

Portugal tem 150 militares às ordens da NATO no Afeganistão

AL-QAEDA RECEBE PRISIONEIROS

Abu Laith, comandante da al-Qaeda, afirmou num vídeo que está disposto a receber no Afeganistão os muçulmanos presos em países infiéis

Sérgio A. Vitorino / Antunes de Oliveira
:sad:


Arriba
 Perfil  
 

Compartir en:

Compartir en Facebook FacebookCompartir en Twitter TwitterCompartir en Tuenti TuentiCompartir en Sonico SonicoCompartir en Digg DiggCompartir en Delicious DeliciousCompartir en Technorati TechnoratiCompartir en Tumblr TumblrCompartir en Google+ Google+

 Asunto:
NotaPublicado: 29 May 2007 11:23 
Desconectado
Subinspector
Subinspector

Registrado: 23 May 2007 16:13
Mensajes: 419
Comandos no Afeganistão:


:)


Arriba
 Perfil  
 
 Asunto:
NotaPublicado: 30 May 2007 14:21 
Desconectado
Subinspector
Subinspector

Registrado: 23 May 2007 16:13
Mensajes: 419
1º sarg. CMD Carlos Alberto Barry, da 2ª Companhia de Comandos, foi ferido no Afeganistão (VÍDEO RTP - EXTRACTO JORNAL DA TARDE 25/05/2005):

http://www.comandosdeportugal.net/jorna ... &Itemid=74

:sad:


Arriba
 Perfil  
 
 Asunto:
NotaPublicado: 20 Jun 2007 20:07 
Desconectado
Subinspector
Subinspector

Registrado: 23 May 2007 16:13
Mensajes: 419
Partida dos Comandos para o Afeganistão:

http://www.comandosdeportugal.net/jorna ... &Itemid=74


Arriba
 Perfil  
 
 Asunto:
NotaPublicado: 30 Jun 2007 12:22 
Desconectado
Subinspector
Subinspector

Registrado: 23 May 2007 16:13
Mensajes: 419
Citar:
Exército: Os militares impuseram 31 novas boinas vermelhas e inauguraram o "Museu Comando"

Mafra, 29 Jun (Lusa) A Unidade Especial do Exército "Comandos" impôs hoje, em Mafra, 31 novas boinas aos militares que terminaram o 109º Curso e inaugurou o Museu Comando, onde mostrou os novos coletes que equipam a 1ª companhia no Afeganistão.


Os "Boinas Vermelhas, como também são conhecidos, impuseram hoje as insígnias e boinas a 29 soldados e dois oficiais, numa cerimónia que decorreu frente ao Convento de Mafra, onde também foram condecorados soldados deste curso e da última "Campanha no Afeganistão".


O "Museu Comando" foi inaugurado no Dia da Unidade, onde estão expostas armas capturadas ao inimigo "durante a Guerra Colonial, em África", todo o espólio documental, insígnias, condecorações e estandartes desde a sua fundação. A cerimónia contou com a presença do general Soares Carneiro e o ex-ministro Castro Caldas entre outras altas patentes das Forças Armadas.


Este museu "não vai estar aberto ao público, só permitirá acesso a pessoas que manifestem o interesse, e abre em caso de cerimónias oficiais e em situações muito pontuais", explicou o Tenente-coronel Armando Ramos à agência Lusa.


Durante a visita ao "Centro de Tropas Comando", numa mostra aos convidados, os militares apresentaram as suas armas, mísseis, material logístico e os novos "Coletes Tácticos à Prova de Bala".
Os novos coletes estão equipados com "protecções em material compósito em vez de cerâmica, metade do peso com o dobro da protecção", e "já distribuídos aos soldados que estão no Afeganistão", demonstrou o comandante de operações à agência Lusa.



A cerimónia do "Dia do Comando" começou com a leitura do seu "Código", seguindo-se a integração do "Estandarte Nacional" nas forças em parada. Os militares prestaram de seguida uma homenagem aos mortos espetando três metralhadoras com boinas vermelhas no chão.


Nas homenagens militares estiveram presentes mais de 1.000 pessoas, a maioria antigos combatentes e comandos acompanhados pelas famílias, que também serviram para "se encontraram camaradas de Guerra, e lembrar os tempos do ultramar", disse à Lusa o ex-militar da Associação de Comandos Sílvio Santos, de Oliveira de Azeméis, que se levantou às 05H00 da madrugada para estar presente.


Portugal tem uma companhia, a primeira, com 150 militares no Afeganistão, sendo esta a segunda missão dos "Comandos, já tiveram em "Timor, no ano de 2004 e prepara-se para enviar mais 150 em Fevereiro.


O coronel Marcos Serronha, comandante da força sedeada em Mafra, anunciou também, que "Os Comandos, terão em Beja um novo centro de formação, a partir de 2008 por forma a alargarem as áreas de formação e especialização", ficarão assim com o total de três Companhias.


Os Comandos nasceram no Exército Português como forças especiais de contraguerrilha, correspondendo a sua criação à necessidade de o Exército dispor de unidades especialmente adaptadas ao tipo de guerra que, em 1961, começou em Angola e que, depois, se estendeu à Guiné e a Moçambique.


Esta tropa de elite tem capacidade para operar em qualquer ponto do globo, foi especialmente concebida para operar enquanto tropa irregular e infantaria de assalto, possuindo particular preparação na técnica de combate.


Arriba
 Perfil  
 
 Asunto:
NotaPublicado: 30 Jun 2007 12:25 
Desconectado
Subinspector
Subinspector

Registrado: 23 May 2007 16:13
Mensajes: 419
http://visao.clix.pt/default.asp?CpContentId=333811


Arriba
 Perfil  
 
 Asunto:
NotaPublicado: 04 Jul 2007 23:51 
Desconectado
Subinspector
Subinspector

Registrado: 23 May 2007 16:13
Mensajes: 419
108º CURSO DE COMANDOS:

Imagen

Imagen

Imagen


Citar:
"Comandos celebraram 45 anos"
Preparados para o combate


“Fardados a rigor, los 31 instruendos que terminaron el 109º curso del Centro de Tropas Comando, recibieron ayer las boinas rojas durante la ceremonia que señaló los 45 años de existencia de la unidad de élite, que se realizó, por primera vez, frente al Convento de Mafra.
Durante los últimos tres meses, los jóvenes aspirantes a comandos tuvieron entrenamientos intensos, de las 08h00 a la 00h00. De los más de 70 voluntarios, sólo 29 plazas y dos oficiales aguantaron hasta al fin la presión psicológica y el desgaste físico. Hubo quien se quedara por el camino por recomendación médica, otros por que no tuvieran aptitudes necesarias y, hubo aún, quienes abandonara el curso de libre gana por motivos personales.
Con 26 años, Hélder Brito, de Barcelos, es uno de los resistentes. Y garantiza estar preparado para combatir en Afganistán (donde está actualmente una compañía de Comandos). El alférez, que va a tener una licencia en los prójimos cinco días, asume que el curso “es muy difícil”, pero dice que “el espíritu de camaradería supera casi todo”. “Hay días en que estamos tan cansados que ni el muro – considerado una tarea banal – conseguimos saltar, pues hay una gran quiebra física y psicológica”, recuerda al CM. Pero valió la pena. Fue considerado uno de los mejores del curso y va a pasar de instruendo a instructor.
Fue anunciado que, en Febrero y Agosto de 2008, seguirán para Afganistán dos más aprontamentos de los Comandos. También en 2008, la unidad va a levantar una tercera compañía, en Beja, donde tendrá un nuevo centro de formación.”


http://aromasdeportugal.blogspot.com/se ... l/Comandos


Arriba
 Perfil  
 
 Asunto:
NotaPublicado: 05 Jul 2007 15:30 
Desconectado
Subinspector
Subinspector

Registrado: 23 May 2007 16:13
Mensajes: 419
CERIMÓNIA DOS 45 ANOS DOS COMANDOS/ENCERRAMENTO DO 109ª CURSO CMDS:

http://www.comandosdeportugal.net/jorna ... &Itemid=74


Arriba
 Perfil  
 
 Asunto:
NotaPublicado: 11 Jul 2007 01:14 
Desconectado
Subinspector
Subinspector

Registrado: 23 May 2007 16:13
Mensajes: 419
Imagen


Imagen


Imagen


Imagen


Imagen


Imagen


Imagen


Imagen


Imagen


Arriba
 Perfil  
 
Mostrar mensajes previos:  Ordenar por  
Nuevo tema Responder al tema  [ 89 mensajes ]  Ir a página Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 10  Siguiente

Todos los horarios son UTC + 1 hora


¿Quién está conectado?

Usuarios navegando por este Foro: No hay usuarios registrados visitando el Foro y 1 invitado


No puede abrir nuevos temas en este Foro
No puede responder a temas en este Foro
No puede editar sus mensajes en este Foro
No puede borrar sus mensajes en este Foro

Buscar:
Saltar a:  


Desarrollado por phpBB® Forum Software © phpBB Group
El Foro Fauerzaesp se nutre gracias a sus usuarios ||Fauerzaesp
 
Creditos